Visitas devem apresentar teste negativo à COVID-19 a partir de 1 de dezembro

A partir do dia 1 de dezembro, de acordo com a resolução do Conselho de Ministros, de 25 de novembro de 2021 e seguindo as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), para acesso à visita a doentes internados, no Hospital Padre Américo e no Hospital de São Gonçalo, deve ser obrigatoriamente apresentado teste negativo à COVID-19, mesmo para visitantes vacinados.

Pode ser apresentado o resultado negativo de um teste rápido de antigénio (TRAg), realizado até 48 horas antes, ou teste PCR, realizado até 72 horas antes da visita. Para tal, quando for levantar o cartão de visita, deverá mostrar no Balcão de Visitas o resultado negativo e o seu Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade.

Também pode ser apresentado teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste – validade de 24 horas – desde que o teste seja supervisionado e certificado por um profissional de saúde, através de um documento em que devem estar presentes a identificação do cidadão; o número de utente ou número de documento de identificação; data e hora de realização do autoteste; identificação da marca, fabricante e lote do autoteste; o seu resultado; a identificação do responsável pela supervisão e certificação; a profissão; o número de inscrição na Ordem Profissional ou cédula profissional; e o número de registo da entidade na Entidade Reguladora da Saúde ou INFARMED, se aplicável.

Se já tiver o cartão de visita, antes de se dirigir ao internamento, deve apresentar estes documentos ao Segurança, no Hospital Padre Américo, ou ao profissional do Balcão de Visitas, no Hospital de São Gonçalo.

Relembramos que os doentes NÃO COVID internados podem receber a visita diária de uma pessoa. A duração da visita é de 30 minutos, entre as 14h00 e as 20h00.

A visita deverá ser realizada sempre pela mesma pessoa e devem cumprir-se todas as regras de higiene, proteção e distanciamento físico.

O uso de máscara é obrigatório e deve higienizar as mãos antes de entrar na enfermaria. Siga sempre as indicações dos profissionais nos serviços.

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) agradece a sua colaboração para o sucesso desta medida que visa acautelar o bem-estar e a situação clínica dos doentes.

 

Para saber mais, clique nos links abaixo:

Comunicado do Conselho de Ministros de 25 de novembro de 2021

Norma 019/2020 da DGS sobre testagem, atualizada a 1 de dezembro de 2021

Circular Informativa Conjunta 011/DGS/INFARMED/INSA/100.20.200

Logótipo do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa
Partilhar: