Infeciologista do CHTS integra programa prioritário da DGS

Rogério Ruas, médico especialista em Doenças Infeciosas do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), é um dos elementos nomeados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para “coadjuvar a diretora do Programa Prioritário para a área das Infeções Sexualmente Transmissíveis e Infeção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH)”.

Este programa, um dos 12 programas de saúde prioritários da DGS, visa liderar a estratégia de controlo das infeções sexualmente transmissíveis e da infeção pelo VIH em Portugal, promovendo o acesso universal a prevenção, rastreio, diagnóstico precoce e tratamento adequados, combatendo o estigma e a discriminação.

Margarida Tavares, Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), é a diretora do Programa Prioritário para a área das Infeções Sexualmente Transmissíveis e Infeção pelo VIH (link).

Rogério Ruas integra o Serviço de Doenças Infeciosas do CHTS, que conta com mais quatro médicos especialistas. Ainda há poucos anos atrás, o CHTS não tinha um único especialista nesta área. Este serviço, dirigido por Rita Veiga Ferraz, veio dar resposta às necessidades dos mais de 500 mil habitantes da região do Tâmega e Sousa que previamente tinham que se deslocar ao Porto para cuidados especializados de doenças infeciosas. Para além do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na melhoria da prescrição de antibióticos e tratamento de infeções complexas e por agentes multirresistentes, o Serviço de Doenças Infeciosas é também responsável pelas consultas de infeção VIH e de profilaxia pré-exposição da infeção pelo VIH no adulto (PrEP) (link).

A PrEP consiste na utilização preventiva de um fármaco pertencente à classe dos antirretrovíricos antes da exposição sexual ao vírus, de forma a diminuir a probabilidade de infeção pelo VIH. Em associação com práticas de sexo seguro, este fármaco está indicado em pessoas saudáveis com risco acrescido de aquisição de infeção pelo VIH, nomeadamente pessoas com vários parceiros sexuais ou sem companheiro fixo e sem uso de preservativo, utilizadores de drogas endovenosas e trabalhadores(as) do sexo.

A consulta é aberta, gratuita e o utente pode-se inscrever presencialmente, nos balcões da Consulta Externa do Hospital Padre Américo e do Hospital de São Gonçalo, ou através do email consulta.infeciologia.prep@chts.min-saude.pt.

Serviço de Doenças Infeciosas CHTS 2022
Partilhar: