Qualidade

Modelo de Certificação/Acreditação

A qualidade e segurança dos doentes é uma área prioritária para o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) e para o seu Conselho de Administração. Neste sentido, e desde fevereiro de 2017, o CHTS aderiu ao processo de certificação ACSA, modelo atualmente em implementação.

O CHTS tem, atualmente, dois serviços certificados pela NP ISO 9001:2015:

Além destes, também o Serviço de Instalações e Equipamentos avançou para um processo de certificação pela NP ISO 9001, estando neste momento em fase de implementação.

Comissões da Qualidade e Segurança

Na área da qualidade e segurança, estão nomeados como responsáveis os seguintes elementos:

Certificação ACSA – Hospitais

Encontra-se em implementação o modelo de Certificação ACSA – Hospitais, atualmente na fase de Autoavaliação.

Este é o modelo oficial, adotado pela Direção Geral de Saúde, para a Certificação dos Hospitais.

O modelo ACSA baseia-se num processo através do qual se verifica e reconhece de que forma os cuidados de saúde prestados aos cidadãos estão de acordo com os padrões de qualidade nacionais e internacionais, aplicáveis às diversas tipologias de unidades de saúde, e com os eixos prioritários da Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde.

A adoção de um modelo nacional de certificação de unidades de saúde tem como objetivo favorecer e impulsionar a melhoria contínua dos cuidados de saúde prestados ao cidadão no Serviço Nacional de Saúde, na vertente clínica, de relacionamento com o cidadão, organizacional, processual, de desenvolvimento profissional e da formação contínua. O objetivo último será alcançar de forma consistente e sustentável a excelência organizacional e colocá-la ao serviço do cidadão.

De igual modo, o programa de certificação de Hospitais, dentro do principio de que têm um papel fundamental no sistema de saúde e concorrem para a qualidade dos cuidados de saúde prestados aos cidadãos, apresenta uma metodologia de trabalho que visa impulsionar nos Hospitais a implementação de processos de gestão da garantia da qualidade e da melhoria contínua.

 

O Modelo:

 

O modelo de certificação ACSA apresenta uma série de características que lhe são próprias:

  • Trata-se de um modelo da qualidade coerente com a Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde e com as ferramentas e normas de gestão clínica e organizacional que têm vindo a ser desenvolvidas para o Serviço Nacional de Saúde. Constitui-se como um programa estruturante para as unidades de saúde, pois promove a gestão clínica, a gestão por processos, a gestão por competências e a gestão do conhecimento.
  • Trata-se de um modelo da qualidade integral e progressivo, pois identifica todos os passos que terão de ser dados, progressiva e sistematicamente, até à obtenção de um estado de verdadeira excelência organizacional. A certificação não pode ser vista como um ato isolado ou como a mera obtenção de um reconhecimento externo. Trata-se de um processo dinâmico, contínuo e evolutivo, que reflete não apenas o grau de desenvolvimento da qualidade na organização no momento atual, como todo o seu potencial de evolução e crescimento.
  • A certificação de unidades de saúde é um reconhecimento oficial e público do cumprimento dos requisitos necessários ao desenvolvimento e à prestação de cuidados de saúde de qualidade e segurança, bem como da implementação do seu próprio programa de melhoria da qualidade. Tratando-se de uma ferramenta e não de um fim em si mesmo, a certificação segundo o modelo favorece e impulsiona a evolução da qualidade dentro do Serviço de Saúde português.

Planos de Ação Comissão de Qualidade e Segurança (CQS)

Plano de Ação CQS 2018

Plano de Ação CQS 2017

Plano de Ação CQS 2016

Plano de Ação CQS 2015

Plano de Ação CQS 2014