Medicina Interna integra projeto para combater isolamento social dos doentes internados

O Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) foi selecionado para integrar um projeto pioneiro em Portugal que tem como objetivo combater o isolamento social dos doentes internados, recorrendo às novas tecnologias.

O ESTOU é um projeto sem fins lucrativos da Associação Semeiabraços, criado por um grupo de profissionais de saúde, que possibilita ao doente internado a realização de videochamadas, sem limite de tempo e sem a necessidade de intervenção de um profissional de saúde.

Com o recurso a tablets, cedidos aos serviços, os doentes com apenas dois clicks poderão fazer uma videochamada. O dispositivo usará um software específico muito simples, que possibilita reduzir as barreiras para os doentes menos familiarizados com as novas tecnologias, estando a proteção de dados garantida.

O tablet é utilizado individualmente e fica na unidade do doente durante todo o internamento. No final do internamento o equipamento é higienizado pela unidade de saúde, ficando pronto para ser reconfigurado e colocado à disposição de outro doente.

A utilização é gratuita para o doente e familiar.

Este recurso facilita a comunicação e aproxima as famílias que paralelamente ficam mais tranquilas, reduzindo preocupações, dúvidas e ansiedade.

Medicina Interna integra projeto para combater isolamento social dos doentes internados
Partilhar: