Caminho dos Hospitais passou pelo CHTS

O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) recebeu na passada sexta-feira, 29 de junho, a iniciativa “Caminho dos Hospitais” que teve como tema “Hospital sem Papel”, focando o processo de transformação digital e a respetiva desburocratização e desmaterialização dos processos.

A sessão, que decorreu no Hospital Padre Américo, foi moderada por Filipa Carneiro, coordenadora de informatização clínica do CHTS.

A palestra iniciou-se com Isabel Catarino, interna de Ortopedia, que trouxe o tema da desmaterialização através da visão dos médicos internos.

Manuel Oliveira, diretor do Serviço de Cirurgia Geral, falou sobre o tópico “Diretores de serviço sem papel”.

Carlos Botelho, coordenador da Unidade de Nefrologia, falou sobre a transformação digital sob abordagens diferentes.

Agostinho Barbosa, diretor do Serviço de Informática, abordou a perspetiva global do projeto “CHTS sem papel”.

Alexandra Cabral, coordenação SNS Sem Papel dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), fez o ponto de situação do projeto SNS Sem Papel.

A abertura da sessão foi feita por Carlos Alberto, presidente do Conselho de Administração do CHTS, Pimenta Marinho, presidente da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N), e Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH).

O Caminho dos Hospitais é uma iniciativa mensal da APAH, que visa contribuir para “atenuar situações de periferia, através de visitas e reuniões programáticas mensais às instituições de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS), de forma descentralizada, dando especial enfoque a questões da atualidade”.

CHTS recebeu Caminho dos Hospitais da APAH no Hospital Padre Américo
Partilhar: